Google+ Badge

segunda-feira, 19 de maio de 2014

MAGNÓLIAS


Magnolia L., é um gênero de plantas conhecidas pelo nome comum de magnólias, pertencentes à família das Magnoliaceaes, que se distribuem por cerca de 200 espécies. Também é o nome comum das flores proveniente de plantas deste gênero, nativas da Ásia e da América do Norte, estão perfeitamente aclimatadas na Europa.
De beleza absoluta, elas podem ser associadas a conjuntos de arbusto ou plantas acidófilas, que além de jardins, de maior ou menor dimensão, também podem desfrutar da sua presença em grandes vasos.
As magnólias são árvores e arbustos semidecíduas ou decíduas, (de grandes folhas duras, caducas ou persistentes). São apreciadas pelas suas flores solitárias, grandes e decorativas, muito perfumadas. Muito apreciadas como plantas ornamentais em jardins, principalmente em locais de clima temperado ou subtropical. Produzem abundantes flores brancas ou rosadas, grandes e perfumadas.
A ciência botânica tem um interesse especial pelas magnólias, por apresentarem estruturas reprodutivas e anatômicas que se acredita serem extremamente primitivas em relação a todas as outras flores, apresentando semelhanças com Gimnospermas primitivas. Alguns dos fósseis mais antigos de Angiospermas conhecidos apresentam flores semelhantes às magnólias. Alguns estudos sugerem que as magnólias podem ser as primeiras flores que surgiram no nosso planeta, mas isso não é comprovado.
A maioria das espécies de folha caduca floresce muito cedo, a partir de fevereiro e as de folha persistente são de floração estival. Os frutos são pequenos cones repletos de grãos vermelhos.
A maioria das espécies desta família varia entre os 02 e 30 metros. Plante as magnólias ao sol ou meia-sombra, todo o ano exceto durante os períodos de geadas. As magnólias preferem um solo neutro, ligeiramente ácido. Algumas espécies suportam bem um PH superior a 07, mas temem os solos calcários. Podem ser podadas quando jovens ou depois da floração o que lhes garante rejuvenescimento.
Existem duas espécies mais conhecidas: Magnolia Stellata: o menor arbusto da família, não passando dos 02 ou 03 metros. Magnolia grandiflora: a mais conhecida. Originária da América, as suas folhas são persistentes e pode chegar aos 30 metros.
A Magnolia grandiflora encontra-se no estado natural, no Sudeste dos Estados Unidos, sendo cultivada na Europa.
A espécie Magnolia stellata (Magnolia kobus, variedade stellata), vulgarmente conhecida pelo nome de magnólia-estrela, é uma planta arbustiva ou arbórea, que pode atingir aproximadamente 20 metros de altura e que, ao contrário da Magnólia grandiflora, é caducifólia, apresentando-se verde apenas no verão.
Suas folhas são alternas, elípticas, com um comprimento que pode variar entre os 06 e 18 centímetros, inteiras e acuminadas. As flores são hermafroditas, geralmente de cor branca e podem atingir os 12 cm de largura. A floração acontece entre os meses de abril e junho.

Os frutos tem a forma de cotovelos, largos e com comprimento que pode atingir 12 centímetros. As duas espécies são ornamentais, apreciadas pela elegância do porte e pela beleza das flores que também exalam um perfume agradável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário