Google+ Badge

domingo, 4 de maio de 2014

PAISAGISMO CORPORATIVO

Muito mais do que apresentar uma bela fachada, a implantação de um projeto paisagístico muda a forma como os seus clientes enxergam a sua empresa. As plantas trazem vida ao seu local de trabalho e não é necessário possuir áreas grandes para tornar a sua empresa um local mais agradável e em contato com a natureza.
As empresas, escritórios e lojas, podem e devem oferecer condições de trabalho adequadas aos clientes internos e externos e o planejamento de projeto paisagístico consegue transmitir bem-estar em locais antes frios e monocromáticos.
Existem diversas e variadas soluções e que cabem em todos os bolsos, indo muito além da conhecida palmeira, presente na maioria dos escritórios e ambientes corporativos por sua resistência e boa adaptação interna. Hoje é possível contar com os versáteis muros verdes, que podem ser implantados em áreas externas ou internas, transformando paredes sem uso em verdadeiras obras de arte.
Escritórios devem ter boa iluminação e ventilação natural, além de espécies adequadas a interiores, de fácil manutenção e adaptação. A FLORA MORUMBY apresenta algumas vantagens em implantar projetos paisagísticos nos ambientes de trabalho:
  • Melhora da qualidade do ar interno;
  • Redução dos níveis de ruídos e poeira;
  • Aumento da eficiência e produtividade no trabalho;
  • Melhora da imagem do local a clientes e funcionários.
  • As plantas podem reduzir os afastamentos por doenças ou mal estar.
  • Os jardins externos promovem a valorização do prédio pois é possível realçar os pontos fortes da construção e disfarçar os pontos fracos de modo que o conjunto ganhe força, imponência e destaque.
  • Obter o melhor impacto visual, chamando a atenção de futuros e atuais clientes e/ou consumidores.
  • A partir de um estudo individual da sua empresa pelos profissionais da FLORA MORUMBY é possível determinar as variedades de plantas mais adequadas para cada parte do jardim de modo a se obter plantas saudáveis, de fácil trato e baixa manutenção.








Nenhum comentário:

Postar um comentário