Google+ Badge

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A TRADIÇÃO DA ÁRVORE DE NATAL

A árvore de Natal é uma das mais populares tradições associadas com a celebração do Natal. É normalmente uma árvore conífera de folhas perenes. Como parte da tradição, enfeita-se a árvore com bolas coloridas e outros adornos natalinos, como o sino de natal. Junto com as decorações natalinas, as árvores garantem um clima especial nesta importante época do ano. 
Civilizações antigas que habitaram os continentes europeu e asiático no terceiro milênio antes de Cristo já consideravam as árvores como um símbolo divino. Eles as cultuavam e realizavam festivais em seu favor. Essas crenças ligavam as árvores a entidades mitológicas. Sua projeção vertical marcava a simbólica aliança entre o céu e a terra.
Na véspera do solstício de inverno, os povos da região dos países bálticos cortavam pinheiros, levavam para seus lares e os enfeitavam de forma muito semelhante ao que faz nas atuais árvores de natal. Essa tradição passou aos povos Germânicos.
De acordo com pesquisadores, a montagem de árvore de Natal teve início no ano de 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Numa determinada  noite, enquanto andava pela floresta, Lutero ficou impressionado com os lindos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a formar a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua residência.
No Brasil as árvores de natal estão presentes em diversos lugares na época natalina, pois, além de decorar, simbolizam paz, alegria e esperança. Elas também simbolizam a vida, pois em dezembro no hemisfério norte, ocorre o inverno e as árvores perdem as folhas. Uma árvore frondosa e cheia de enfeites simboliza a vida.
Até o século 16, o costume se fundiu com outra tradição secular dos camponeses alemães: o de manter em casa, durante os dias de Natal, uma pirâmide de madeira com estantes onde eram colocadas folhas duradouras, velas e, no topo, uma estrela.

No século 17, entre os luteranos alemães a árvore adotou a forma e os enfeites da pirâmide, mas foi só no século 19 que a árvore de Natal passou a ser considerada uma tradição. Finalmente, no início do século 20, missionários cristãos europeus levaram a tradição da árvore de Natal para a China, pondo fim a uma viagem milenar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário