Google+ Badge

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

KIWI



O kiwi é uma fruta típica de regiões de clima temperado ou subtropical de montanha. As variedades de fruto mais amplamente comercializadas são da espécie Actinidia deliciosa e, em muito menor, algumas variedades de Actinidia chinensis.
CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA: Reino: Plantae, Divisão: Magnoliophyta, Classe: Magnoliopsida, Ordem: Ericales, Família: Actinidiaceae e Gênero: Actinidia. O quiuí, quivi ou kiwi é um fruto comestível proveniente de algumas espécies do género Actinidia e de seus híbridos. É uma fruta originária do sul da China.
O fruto possui polpa de coloração esverdeada e uma casca de cor castanho-esverdeada a castanho-amarelada, apresentando diversas sementes pequenas e pretas no centro. É considerado o fruto comercial com maior quantidade de vitamina C já identificado com a exceção da acerola, além de ser particularmente rico em alguns oligoelementos, como o magnésio, o potássio e o ferro. O kiwi também possui pectina. Este tipo de fibra é muito importante para controlar os níveis de colesterol no sangue.
Seu formato é oval e achatado, com o tamanho aproximado de um ovo de galinha (5 a 8 cm de comprimento e de 4,5 a 5,5 cm de diâmetro). É uma fruta que apresenta baixo teor de calorias. Cada 100 gramas apresenta, aproximadamente, 50 calorias. Seu sabor é levemente azedo, apresentando teor cítrico. Além de ser muito usado para a fabricação de sucos e sorvetes, pode ser também utilizado em saladas.
Apresenta uma casca fibrosa, baça, castanho-esverdeada. Quando maduro, o fruto é sumarento e macio, com um paladar e cheiro muito característicos. A boa combinação entre as vitaminas A e E existentes no kiwi pode diminuir o risco de doenças cancerosas e circulatórias, incluindo as coronárias, e melhorar o desempenho do sistema imunológico. A vitamina B6 e a niacina são encontradas em quantidades menores que as outras, porém ainda significativas.
Os elementos minerais contribuem para equilibrar a tensão arterial e aumentam as defesas do organismo na prevenção das gripes e resfriados. Devido à sua riqueza em clorofila, o kiwi é uma das poucas frutas que mantêm a coloração verde quando madura.
Sua produção no Brasil concentra–se em regiões dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. É uma fruta especialmente indicada para os indivíduos que precisam emagrecer. O consumo do kiwi aumenta a queima de gordura durante a prática de atividade física e reduz significativamente o risco de coágulos, que podem entupir as artérias e causar infarto do coração.
Dotado de grande vigor, baixa predisposição a ataques de doenças e pouca necessidade de aplicação de agrotóxicos, o kiwizeiro é uma planta trepadeira rústica que não exige muitos cuidados. O produtor interessado deve ficar atento quanto a escolha de um local adequado para realizar a atividade, a fim de evitar áreas propícias à ocorrência de enfermidades do solo, causa da morte de muitas plantas em anos recentes.
Tendência de consumo do mercado, as cultivares de kiwi sem pêlos, como golden king e yellow king, não possuem tanta rusticidade. Elas estão entre as mais suscetíveis ao ataque da mosca-das-frutas, permitindo a incidência de fungos e o desenvolvimento de podridões dos frutos. 
Conservado em geladeira, o Kiwi dura por até 6 meses, sem perder suas propriedades nutritivas e o sabor. Suas flores possuem pétalas brancas, de grande beleza. Flores masculinas e femininas são necessárias para a polinização. As femininas produzem os frutos e as masculinas, apenas o pólen.
O Kiwi é uma planta de grande longevidade, que pode viver por mais de 50 anos. É uma espécie muito produtiva, podendo chegar a 1000 frutos por planta. Para obter frutos maiores e de melhor qualidade, recomenda-se fazer o raleio de frutas no pé.

Dicas para o plantio
O solo deve ter baixo teor de argila e ser bem drenado. Os solos que ficam encharcados nas épocas chuvosas não são bons para o Kiwi. 
Preparo do solo: Revolva a terra para retirar restos de raízes de culturas anteriores e facilitar a infiltração da água. 
Adubação: o Kiwi responde bem à adubação orgânica, que deve ser realizada anualmente, com compostos orgânicos, esterco de gado, aves, etc.
A muda: deve ser de boa qualidade e procedência, idônea e com um ano no mínimo que você pode inclusive adquirir na Flora Morumby ou no stand Meu Pomar no CEAGESP Sorocaba . O espaçamento ideal é de 5 metros entre fileiras e 4 metros entre plantas.
A época ideal para o plantio é julho ou agosto (para mudas de raízes nuas), e setembro/outubro (para mudas em torrão). 
O plantio da muda deve ser feito com a mesma profundidade aproximada em que estavam no viveiro, porém com um pequeno camalhão acima do nível normal do solo, para evitar que se acumule água junto ao colo da planta. 

A irrigação é indispensável para a qualidade e produtividade da plantação comercial, embora o Kiwi não suporte solos encharcados. Em plantações pequenas deve-se molhar as plantas uma vez por semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário