Google+ Badge

sexta-feira, 4 de abril de 2014

AMOR-PERFEITO (VIOLA TRICOLOR)


A Viola é um gênero botânico que inclui flores conhecidas como violetas e amores-perfeitos. É uma planta perene em locais de clima temperado que pode ser cultivada durante todo o ano, mas também pode ser cultivada como planta anual, no outono e no inverno, em locais onde o verão é mais intenso.
O amor-perfeito (Viola tricolor) pertence à família das violáceas. Originária da Europa, a planta apresenta pequeno porte, sendo indicada para o plantio tanto em jardins como em jardineiras e vasos. Suas flores são pequenas e delicadas, podendo surgir em diversas cores que vão da tonalidade branca ao púrpura, passando pelo rosa, amarelo, alaranjado, e surpreendentes tons de azul e roxo. O detalhe marcante são as manchas escuras que formam desenhos nas pétalas.
A planta não dispensa cuidados especiais, apresentando flores em formato de coração. O nome popular “amor-perfeito” vem do fato de que essa planta é considerada uma potente erva para os encantamentos, tanto que fez parte na poção do amor do famoso conto “Sonho de uma noite de verão”, de Shakespeare.
Fáceis de cultivar e adaptáveis tanto em locais ensolarados como de meia-sombra, adaptam-se tanto em jardins como em vasos, com grande profusão de flores vistosas que exalam um perfume mágico que diz atrair os corações apaixonados. É costume dar a pessoa amada para aumentar a paixão. Regar de 3 a 4 vezes por semana.
Os amores-perfeitos são usados há muito tempo como cosmético, medicamento, alimento e até como poção do amor. Romanos, gregos e celtas preparavam loções de beleza e perfumes com suas flores. Os chineses as usavam para prevenir dores de cabeça. Na Idade Média eram consideradas pelos feiticeiros e magos um amuleto infalível contra o mal – era até conhecida como a planta da Santíssima Trindade.
Uma tradição inglesa garantia que a flor era um verdadeiro elixir do amor: uma poção preparada com o amor-perfeito, ao ser colocada sobre os olhos de alguém adormecido, fazia com que essa pessoa, ao acordar, se apaixonasse perdidamente pelo primeiro ser que visse. Essa tradição certamente serviu de inspiração para a famosa comédia de Shakespeare “Sonhos de uma Noite de Verão”, onde os amores-perfeitos são usados como a poção de amor que gera a maior confusão entre os personagens.
Atualmente também é possível encontrar variações como o amor-perfeito miniatura ou mini e o tipo crespo. É importante que a planta seja cultivada em terra rica em matéria orgânica e receba regas regulares para que o solo nunca fique seco.
A planta se desenvolve bem com o cultivo à meia-sombra, mas é importante que receba de 4 a 6 horas de sol por dia, pode ser luminosidade alternada com sol direto. Seu crescimento é rápido. As sementes germinam no período de 17 a 21 dias e seu ciclo até o florescimento total chega a cerca de 90 dias.







Nenhum comentário:

Postar um comentário